Posts Tagged ‘evitar que emails caiam na caixa de spam’

2
abr 14

Dicas para evitar que seus e-mails caiam na caixa de spam!

É bastante desagradável abrir nossa caixa postal e encontrar tantos e-mails indesejados. Por isso, os mecanismos anti-spam são ótimos para evitar as mensagens que nunca pedimos. Mas quando é você  que quer enviar uma newsletter aos seus clientes, estes filtros podem ser uma grande barreira, pois por vezes podem marcar sua mensagem como lixo eletrônico.

Uma campanha de e-mail marketing poderá ser uma grande aliada para ajudar no crescimento da sua empresa. É muito importante ter um contato direto com seu público, mas de nada adianta ter uma boa base de endereços para enviar se no final sua mensagem não for lida porque caiu no lixo eletrônico ou foi classificada como spam.

Evitando que as mensagens caiam no spam

Cada filtro anti-spam tem sua própria configuração e, por isso, não existe uma “fórmula mágica” que garanta 100% de eficácia, mas há algumas coisas que você pode fazer para minimizar o problema. E também, há muitos erros a não cometer. Confira:

1) Não envie mensagens que os seus clientes não pediram

Este é o primeiro motivo para que seus e-mails caiam no spam. O fato de serem seus clientes não implica que todos tenham dado autorização para receber sua newsletter. Se a enviar sem a permissão deles, pode ter a certeza de que vão clicar no botão “spam”.

Para isto existe o Opt-in, que é aquela caixinha que o usuário marca em geral dizendo “Gostaria de receber as novidades e promoções” ou algo assim. Desta forma, inclua na ficha de inscrição de clientes um visto para também receberem a newsletter. E então, envie sempre as suas comunicações só a estas pessoas.

2) Mantenha em ordem sua lista de distribuição

Um comportamento típico dos spammers é comprar listas de e-mails e enviar para todos. Isso acaba fazendo com que sejam identificados como nocivos. Sempre que você enviar a sua newsletter para e-mails desativados, é fundamental remover da lista todos os endereços que já não sejam usados.

Se não quiser removê-los à mão, uma dica é usar uma boa plataforma de limpeza. Quanto mais limpa a sua lista, mais bem comportada ela se apresenta perante os ISP e melhor será a taxa de entrega direta no inbox.

3) Não envie conteúdo que possa ser detectado como spam

Cada filtro anti-spam tem suas regras, mas algumas estão em todos eles, por isso, precisa evitar:

  • Palavras e expressões como “grátis”,  “oferta”, “dinheiro de volta garantido”, “aqui você encontra” e uma lista exaustiva de termos em inglês que costumam cair nos filtros;
  • Não faça uso de cores muito vivas no texto do corpo do e-mail, como verde e vermelho;
  • Não escreva tudo em letras maiúsculas na linha de assunto ou mesmo no corpo do e-mail. Não use pontos de exclamação ou interrogação mais de uma vez;
  • O assunto deve estar sempre relacionado ao que você está entregando na mensagem. Nunca ofereça o que não tem;
  • Se o seu e-mail é em HTML, evite usar apenas uma imagem grande. Além disso, não use muitas imagens. Evite usar código HTML com problemas. E não caia nessa de converter um arquivo do Word em HTML, pois isso costuma não dar certo.

4) Evite comportamentos familiares aos envios de vírus

Jamais cometa erros grosseiros, como:

  • Incluir um arquivo executável, como .exe, .zip, .swf, ou um link para um destes;
  • Erros de digitação e gramática: embora este tipo de erro não influa diretamente no spam score, é certo que um e-mail com erros gramaticais irá gerar uma imagem. Por isso sempre revise bem o conteúdo;
  • Comprar listas. Enviar e-mails para quem não solicitou é arriscado, malvisto e pode colocar a sua reputação em risco.

5) Envie conteúdo que seja interessante para os seus clientes

Mesmo enviando sua newsletter apenas a quem pediu ou autorizou receber, os ISP estão sempre. Se as pessoas não abrirem e clicarem na newsletter, os ISP poderão filtrá-la para o spam no futuro.

6) Fique atento à frequência dos envios

Mesmo que as pessoas queiram receber seus e-mails, elas podem achar excessivo se a entrega for feita todos os dias e, por fim, poderão marcá-los como spam. E se for pouco frequente, elas podem já se ter esquecido de você e considerar spam. Por isso, dê às pessoas a possibilidade dereceberem com menos regularidade.

Ainda que siga todas as dicas acima, sempre haverá  a possibilidade de algum filtro classificar sua newsletter como spam. Por isso, peça às pessoas para adicionar você à lista de endereços seguros.

O marketing via e-mail, quando bem trabalhado, é peça fundamental no resultado de um negócio online, pesando às vezes 30 ou 40% do faturamento. E seguindo as dicas acima, poderá montar uma newsletter seguindo as regras do mercado de relacionamento digital. Além de tudo, você ganha confiabilidade dos seus clientes e também nos provedores, que são os portões de acesso ao todo este mercado eletrônico.

E você, como faz para evitar que os seus conteúdos sejam classificados como spam? Conte para a gente nos comentários abaixo!

keywords: , ,